Arquivo

Archive for the ‘Mundo’ Category

Churchill e o Mais Inspirador Discurso Já Feito

dezembro 6, 2012 Deixe um comentário

Winston Churchill proferiu um dos maiores e mais inspiradores discursos de todos os tempos na Câmara dos Comuns em 4 de junho de 1940 como resposta às hostilidades nazistas no começo da II Guerra Mundial.

Um post para apenas para enaltecer a bravura ante a ameaça, a integridade ante a falsidade e a coragem em contraste com a pusilanimidade.

HOME

Confira o CONTEÚDO DO BLOG por ordem de popularidade.

Anúncios
Categorias:Mundo, Política, Vídeos

Para o Vaticano, nada é pior que homossexuais com direito

novembro 26, 2012 1 comentário

Essa semana a seguinte notícia:

Vaticano combaterá casamento gay após conquistas nos EUA e Europa
Igreja diz que lutará contra tentativas de ‘apagar’ casamento heterossexual.
Editoriais declaram a ‘inequívoca’ oposição da Igreja Católica Romana.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2012/11/vaticano-promete-combater-casamento-gay-apos-vitoria-nos-eua-e-europa.html

Pois então. Esse é o grande problema da humanidade né? Como já disse o próprio papa também a pouco tempo atrás, ainda esse ano. O problema do mundo são os casamentos homossexuais.

Casamento gay ameaça a humanidade, diz o papa

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1031966-casamento-gay-ameaca-a-humanidade-diz-o-papa.shtml

Sim sim… É esse o problema. O ditador sírio matando inocentes a rodo, extremistas islâmicos atirando à queima-roupa em meninas que apenas querem o direito de estudar, as sérias crises econômicas no mundo, o aquecimento global, a SERÍSSIMA epidemia da AIDS no continente africano… Essas coisas nada são perto do casamento homossexual, uma tragédia da humanidade, segundo o Vaticano.

Eu pergunto, porque se importam? Eu não sou católico para ficar achando o que os retrógrados “donos” do catolicismo apostólico romano devem ou não pensar. O problema é quando suas atitudes extremadas afetam diretamente a vida das pessoas que NÃO ESCOLHERAM SEGUIR ESSA RELIGIÃO. Ou seja, eles não só são contra o casamento gay, eles também utilizam de todas as maneira possíveis para fazer com que TODOS ajam do jeito que eles julgam ser o correto agir, querendo fazer com que o mundo siga sua visão, não dando o mínimo valor à liberdade individual.

Qual o grande lance? Homossexuais não podem ter filhos e, não sendo férteis, não podem se casar? Ora, o que diríamos então dos casais heterossexuais inférteis? Também deveriam ser proibidos de se casar, flertando com as ideias nazistas do século passado? A criança ia crescer perturbada, sofrer preconceito? As crianças só sofrerão preconceito enquanto essa visão ridícula se perpetuar e enquanto essas entidades (religiosas principalmente) continuarem a taxar os homossexuais de amorais. Como se ter dois pais ou duas mães fosse pior do que crescer sem nenhum pai e nenhuma mãe, num orfanato… Francamente…

E as instituições religiosas também lutam contra a aprovação de uma emenda que tornaria ilegal discriminar uma pessoa pela sua orientação sexual. Ou seja, elas querem ter o direito de dizer que uma pessoa é inferior, ou indigna, ou o que quer que seja, por ela ter uma orientação sexual diferente da maioria. Gostaria de saber se o vaticano ou os caciques dessas igrejas evangélicas que se disseminam pelo país também seriam a favor de retirar dessa lei o direito dos religiosos de não serem discriminados. Assim as pessoas poderiam dizer livremente que um cristão, por exemplo, é indigno, amoral, inferior e, por isso, não contratá-lo numa entrevista de emprego. Ou então proibir um evangélico de usar o elevador de hóspedes, que tal?

Já usei esse argumento antes, mas imaginemos que os testemunhas de Jeová fossem a maioria nesse país e quisessem aprovar um projeto de lei proibindo a transfusão de sangue. Será que os demais cristãos apoiariam essa atitude? Se eles pensam que, por ser maioria, podem exigir que todos ajam como eles, coerentemente eles deveriam achar que outra maioria tem o total direito de exigir o modo de vida deles para todos, até mesmo os “não-testemunhas”.

Aliás, tanto deveriam apoiar essas intromissões injustificáveis na vida alheia, que um membro da ICAR tentou impedir uma menina de 9 anos que havia engravidado, vítima de um estupro, de fazer o aborto, tentando passar por cima da LEI que GARANTE esse DIREITO.

Como não bastasse isso, os católicos fazem campanha CONTRA O USO DE PRESERVATIVOS no Brasil. Passam por cima da lei, prejudicam uma campanha de concientização que exige MILHÕES de reais de dinheiro PÚBLICO. Eles inclusive dificultam a distribuição de preservativos. Isso é um CRIME, algo que não deveria ser tolerado, pois essa atitude contribui para que inúmeras pessoas contraiam não apenas a AIDS, como também demais DSTs.

“Aaaaaaaaaah”, você me diz, “mas eles fazem isso porque o que eles querem é que haja comprometimento e apenas um parceiro sexual para toda vida, se todos tivessem agissem dessa maneira, não haveria disseminação do vírus”. Primeiro é que essa visão é utópica e impossível. Nem na idade média, que a igreja tinha maiores poderes sobre as pessoas e capacidade de fazer coisas piores legalmente (inquisição), isso era possível. E nem precisamos ir tão longe, atualmente, dentro da própria igreja, isso não é possível, basta vermos os escândalos dos padres pedófilos e a tentativa do próprio papa (quando era cardeal) encobrí-los. LINK

Segundo, se alguém do casal contrai AIDS por outros meios, o parceiro irá se contaminar também. Terceiro, uma coisa é orientar os devotos a adotarem essa medida, outra coisa é querer fazer com que TODOS, mesmo os que não são católicos, ajam dessa maneira. Só eu que acho tudo isso um absurdo?

HOME

Confira o CONTEÚDO DO BLOG por ordem de popularidade.

Veja mais críticas

Categorias:Mundo, Política

Marcelo Gleiser e o Bóson de Higgs

julho 23, 2012 Deixe um comentário

O maior divulgador científico brasileiro e um dos maiores do mundo numa entrevista didática e interessantíssima.

Recomendado: Qual a situação da Educação Científica no Brasil

HOME

Confira o CONTEÚDO DO BLOG por ordem de popularidade.

Categorias:ciência, Mundo, Vídeos

Gota D’água ou Tempestade em Copo D’água?

dezembro 4, 2011 1 comentário

Gota D’água ou Tempestade em Copo D’água?

Saiu até na Veja, então todos estão sabendo. O vídeo de celebridades versadas em provimento de energia elétrica rodou muito na internet esses tempos, tentando induzir quem assiste a assinar uma “petição” contra a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte. Não demorou muito para surgirem respostas. Primeiro veio a notícia que a propaganda era uma cópia descarada de um vídeo feito por famosos americanos pela campanha de Obama, em 2008. Segundo veio um vídeo de Rafinha Bastos, ironizando celebridades que lutam “pela causa”. Terceiro veio um vídeo de alunos da Unicamp fazendo um contraponto e mostrando as distorções das informações. Outros vídeos vieram de anônimos e da MTV, também indo contra à “bondade” dos globais.

A crítica que eu faço é que, mesmo que o vídeo fosse feito com informações 100% verídicas e com argumentos satisfatórios, não seria eticamente correto, ao meu ver, ficar “exigindo” a quem assiste assinar qualquer coisa sem refletir e/ou pesquisar sobre o assunto. Um bom vídeo deveria incitar a curiosidade e visar fazer com que o espectador busque informações para que possa tomar uma decisão própria, fruto de sua própria reflexão.

Reúno aqui os principais vídeos.

Movimento Gota D’água, dos atores:

5 Friends, o vídeo plagiado:

Movimento Gota D’bosta, de Rafinha Bastos (o mais inteligente, irônico e direto):

Tempestade em Copo D’água? – dos estudantes, mostrando o contraponto:

Furo MTV falando sobre o assunto:

E esse anônimo, que eu não sei quem é, mas que falou legal:

E o contraponto do contraponto:

Não acho que devemos que concordar com nenhum desses vídeos, eu penso que devemos pesquisar, ler sobre o assunto, entender, descobrir nossa posição. Só vale lembrar, nesses casos, de George Carlin: nós não vamos acabar com o planeta, o planeta continuará existindo, vamos acabar é conosco.

HOME

Confira o CONTEÚDO DO BLOG por ordem de popularidade.

Veja mais críticas

13 de Julho – Dia do ROCK

julho 13, 2011 2 comentários

Para comemorar o dia do Rock, nada como o melhor grupo de todos os tempos, com o mais puro rock inglês, num show surpresa no telhado, The Beatles,  há algo mais Rock que isso?

HOME

Confira o CONTEÚDO DO BLOG por ordem de popularidade.

Categorias:Mundo, Vídeos

A Ciência Prevalece

junho 20, 2011 Deixe um comentário

“Enorme é o poder da distorção constante; porém, a história da ciência mostra que, felizmente, este poder não resiste muito tempo” disse Darwin acerca dos ataques pseudocientíficos que sua Seleção Natural injustamente sofria (e, quem diria, sofre até hoje). Mas ele era uma pessoa à frente de seu tempo e sabia que nenhuma mentira é forte o suficiente quando enfrentada por fatos indiscutíveis.

A evolução sofreu e ainda sofre muito com os mais diversos tipos de ignorância existentes, mas esses ataques ignóbeis não lhe são exclusivos. Nos últimos anos, muito se discutiu sobre o aquecimento global. Apenas apresentando um panorama supérfluo, o que acontece é, em suma, que alguns cientistas, analisando os dados das medições de temperatura ao redor do globo, diziam que havia o aquecimento e outros discordavam dessa interpretação, sobretudo sobre a maneira e os locais em que essas medições tinham sido realizadas.

Além da discórdia entre os cientistas, o aquecimento global incomoda políticos, principalmente os dos Estados Unidos, onde os republicanos (em geral) são a favor do desenvolvimento em detrimento do meio ambiente, negando a existência do aquecimento global ou dizendo que o aquecimento existe mas que ele não é causado pelo homem.

Dentre os cientistas que discordavam e se mostravam céticos aos dados que indicavam o aquecimento global, estava Richard A. Muller, um astrofísico e físico de partículas, que fez duras críticas às análises. Esse foi um prato cheio para os “céticos” do clima, que se aproveitaram da voz divergente para embasar seus discursos antiecológicos.

Quando coloco céticos entre aspas é porque o termo está erroneamente empregado. Essas pessoas não são céticas de verdade, são apenas crentes que defenderão que o que acham certo mesmo que todas evidências façam o contrário. Por isso, daqui em diante passarei a chamá-los de “crentes do não-aquecimento”.

Pois bem, ao contrário dos “crentes do não-aquecimento”, Muller é um cético de verdade, e um bom cientista. Discordando dos dados, juntamente com colegas, criou um projeto para a investigação do caso. Com seus dados preliminares, os “crentes do não-aquecimento” estavam certos que teriam um homem de peso para defender a visão de que os dados anteriores estavam errados, e convidaram Muller para expor os dados preliminares de sua pesquisa. Surpreendentemente, ele declarou que, até o momento, sua pesquisa apenas confirmou os outros estudos, e que o planeta estava mesmo se aquecendo. Os “crentes do não-aquecimento” não gostaram nada do que ele disse.

E essa é a beleza e o real significado da ciência. Não importa o quanto defendemos nossas expectativas, elas precisam ser testadas e o resultado não pode ser negado. Muller duvidou dos dados, testou por si só, excluindo os equívocos que havia encontrado nos aferimentos anteriores. Chegou ao resultado que era contrário do que ele talvez imaginasse, e não defendeu o contrário. E assim a ciência prevalece.

Recomendado: Qual a situação da Educação Científica no Brasil

Leia mais sobre CIÊNCIA.

HOME

Confira o CONTEÚDO DO BLOG por ordem de popularidade.

Veja mais críticas

Categorias:ciência, Mundo

Ding Dong, the wicked Osama is Dead!

Pois é, Osama morreu. Os norte-americanos saíram à rua comemorar o feito do governo, do exército a morte de um inimigo. Essa comemoração me lembra bastante a cena em que é cantanda “The Wicked Witch is Dead” na Munchkins Parade em Wizard of Oz, após Dorothy acidentalmente matar a bruxa má (Obama é a bruxa boa):

No link http://www.popmodal.com/video/700/The-Wizard-of-Oz-the-munchkins-parade

E aqui o discurso resumido de Obama sobre a morte de Bin Laden:

Vi no Kibe Loco.

HOME

Confira o CONTEÚDO DO BLOG por ordem de popularidade.

Categorias:Cinema, Mundo, Política, Vídeos